WEBMASTER

© 2007, ISEL
optimizado para 1024x768
requer plug-in Macromedia Flash 9






MESTRADO EM ENGENHARIA MECÂNICA


Utilização de Energia Eléctrica

Área Científica: Mecânica

1º Ano - 1 º Semestre

Tempo de contacto (horas/semana):

  • 3,0 Teórico-Práticas

Tempo de trabalho (horas/semestre):

  • Tempo de Contacto: 45
  • Outras: 90

Créditos ECTS: 5,0

 
Docentes 

Responsável:

  • Nuno Paulo Ferreira Henriques

Docentes:

  • Filipe Martins Rodrigues
  • Nuno Paulo Ferreira Henriques
 
Descrição 
 
Objectivos e Competências Específicas

O objectivo da unidade curricular é facultar aos alunos conhecimentos sobre técnicas, tecnologias e equipamentos que promovam a capacidade para realizar uma análise critíca e sistémica acerca da utilização da energia eléctrica nos edifícios e instalações industriais, por forma a entender a concepção e dimensionamento das respectivas instalações eléctricas, de comunicações e de segurança, proceder á optimização e racionalização da exploração e manutenção das mesmas, bem como promover a eficiência energética e assim reduzir os consumos de energia associados.

Após a conclusão da unidade curricular os alunos deverão ter adquirido competências básicas que lhes permitam:

  • conhecer basicamente os sistemas de suporte, protecção, medida, controlo e regulação de processos ligados com a utilização de energia eléctrica;
  • verificar o funcionamento, as características e utilização de equipamentos eléctricos, electrónicos e electropneumáticos e a forma como se controla a sua alimentação e operação com segurança, eficiência e eficácia;
  • interpretar, relacionar, analisar e desenhar esquemas para descrição e projecto de sistemas de alimentação eléctrica;
  • entender a concepção de sistemas de alimentação eléctrica e proceder á respectiva gestão da exploração e manutenção;
  • conhecer e caracterizar os principais elementos consumidores de energia eléctrica;
  • realizar a avaliação técnico-económica de índices de eficiência energética, em equipamentos e processos;
  • adoptar métodos e técnicas adequadas para a utilização eficiente da energia eléctrica.
 
Programa Teórico e Teórico-Prático

Instalações Eléctricas
Conceitos gerais sobre a produção e transporte da energia eléctrica. Organização das instalações eléctricas. Normalização e Regulamentação. Materiais eléctricos e respectiva utilização. Canalizações eléctricas. Aparelhagem e quadros eléctricos. Riscos Eléctricos.Desenho de esquemas eléctricos. Iluminação. Concepção de Instalações eléctricas. Execução, exploração e manutenção de instalações eléctricas.

Instalações de Comunicações
Caracterização das infraestruturas de telecomunicações em edifícios. Materiais, dispositivos e equipamentos. Cablagens estruturadas. Redes informáticas. Conservação das instalações.

Instalações de Segurança
Reação ao fogo, técnicas e materiais. Sistemas automáticos de detecção e extinção de incêndios. Iluminação de socorro e de sinalização. Ventilação e controlo de fumos. Sistemas automáticos de intrusão e controlo de acessos. Circuitos fechados de televisão (CCTV) e televigilância.  Segurança integrada. Regulamentação de segurança contra incêndios em edifícios.

Automação de Edifícios
Estrutura de um automatismo. Telegestão e sistemas de gestão técnica centralizada. Gestão de energia eléctrica. Supervisão e comando da rede de energia eléctrica. Automatização dos circuitos de iluminação. Automatização do equipamento de climatização. Controlo e supervisão dos sistemas de segurança. Controlo de diversos sistemas de um edifício. Planeamento da manutenção preventiva.

Instalações Eléctricas Associadas
Elementos de comando e regulação de máquinas eléctricas. Concepção dos circuitos de comando e regulação de máquinas eléctricas. Esquemas eléctricos de automatismos. Instalações eléctricas associadas ao A.V.A.C. e refrigeração. Instalações eléctricas associadas aos sistemas electropneumáticos.

Utilização Racional de Energia Eléctrica
Tarifário de venda de energia eléctrica a clientes finais. Contrato de fornecimento de energia eléctrica. Avaliação das perdas em instalações eléctricas. U.R.E.E. na concepção e exploração da iluminação industrial. U.R.E.E. no projecto da força motriz. Energia reactiva e compensação do factor de potência. Qualidade da energia eléctrica.

Manutenção de sistemas eléctricos
Manutençao preventiva e correctiva. Rotinas de manutenção dos equipamentos e sistemas electrónicos, eléctricos e electromecânicos.

 
Bibliografia

Bibliografia recomendada:

  • Josué L. Morais & José M. G. Pereira, Guia Técnico das Instalações Eléctricas
    CERTIEL, 2007, ISBN: 9789729518058.
  • Nuno Henriques, Técnicas de Projecto de Instalações Eléctricas de Distribuição e Utilização
    Edição do autor, 1989.

Bibliografia complementar passível de consulta:

  • Gunter G. Seip, Electrical Installations Handbook, Part I, II and III
    Siemens Aktiengesellchaft
    John Wiley & Sons, 1987, ISBN: 0-471-91343-X.
  • J. Niskier & A. J. Macintire, Instalações Eléctricas
    Editora Guanabara Dois, 1986, ISBN: 85-7030067-0.
  • J. A. Cotrim, Instalações Eléctricas
    McGraw-Hill, 1987.
  • João Mamede Filho, Instalações Eléctricas Industriais
    Livros Técnicos e Científicos Editora, 1990, ISBN: 85-216-0618-4.
  • BBC, Manual de Instalações Eléctricas
    Brown Boveri & CIE Aktiengesellschaft, 1982 (editado pela Ordem dos Engenheiros).
  • F. Labrique & João Santana , Electrónica de Potência
    Fundação Calouste Gulbenkian, 1991.
  • Cyril W. Lander, Electrónica Industrial – Teoria e Aplicações
    McGraw-Hill, ISBN: 0-07-001685-2.
  • L.M. Vilela Pinto, MG Calc
    Edição Merlin Gerin, Grupo Schneider, 1993, ISBN: 972-95831-1-0.
  • L.M. Vilela Pinto, Install Express
    CERTIEL, 2006, ISBN: 972-95180-2-5.
  • ABB, ABB Industrial Manual
    ABB Edition, 1998, ISBN: 91-970956-6-4.
  • GRUNDFOS, Segurança contra Incêndios
    GRUNDFOS Edition, 2006, ISBN: 972-99554-1-7.
  • José Matias & Ludgero Leote, Automatismos Industriais - Comando e Regulação
    Didáctica Editora, 2005, ISBN: 972-650-196-2.
  • José Matias & Ludgero Leote, Sistemas de Protecção Eléctrica
    Didáctica Editora, 2005, ISBN: 972-650-188-1.
  • José Matias & Ludgero Leote, Produção, Transporte e Distribuição de Energia Eléctrica
    Didáctica Editora, 1990, ISBN: 972-650-126-1.
  • Philips, Manual de Iluminação
    Edição PHIPLPS, 1976.
  • ANACOM, Manual ITED
    Edição Unex, 2004.
  • Regulamento Técnico de Segurança contra Incêndio em Edifícios
    Portaria nº. 1532 de 29 de Dezembro de 2008.
  • RTIEBT – Regras Técnicas das Instalações Eléctricas de Baixa Tensão, 1ª Edição Anotada
    DGGE, 2007, Volumes I, II e III
 
Metodologia de Ensino e Avaliação de Conhecimentos

O ensino da unidade curricular é efectuado com base na seguinte metodologia:

  • aulas teóricas-práticas dedicadas ao debate e exposição dos conteúdos programáticos curriculares, bem como para a análise e resolução de problemas de índole prática, que permitam aos alunos adquirir conhecimentos sobre as técnicas, tecnologias e equipamentos que promovam a capacidade para realizar uma análise critíca e sistémica acerca da utilização da energia eléctrica nos edifícios e instalações industriais;

  • sessões de demonstração laboratoriais que permitam observar o funcionamento dos equipamentos e sistemas eléctricos e electromecânicos, incluindo a simulação de defeitos e avarias;

  • visitas de estudo a importantes edifícios de serviços, para observação e explicação do funcionamento dos equipamentos e sistemas eléctricos e electromecânicos existentes, tendo por objectivo familiarizar os alunos com soluções utilizadas no contexto das instalações técnicas de edifícios e unidades industriais.

Os alunos são motivados para assumir uma atitude activa na pesquisa de informação de base e na resolução de problemas de aplicação. É igualmente requerida uma atitude adequada em laboratório, respeitando regras de segurança, regras de utilização dos equipamentos e procedimentos de ensaio.

A aprovação nesta unidade curricular pressupõe que o aluno tenha aproveitamento num conjunto de actividades de avaliação contínua, pedagogicamente fundamentais, efectuadas em grupo, e que consistem no desenvolvimento de um tema escolhido relacionado com os conteúdos programáticos e na realização de um trabalho de avaliação de índole prática aplicado a uma situação concreta de concepção e dimensionamento, este último apresentado na forma de um ante-projecto.

A classificação de cada uma das actividades de avaliação contínua contempla a nota obtida pelo grupo de trabalho e a avaliação da prestação individual do aluno nas aulas, nas visitas de estudo e nas sessões de laboratório, levando igualmente em conta as suas capacidades comunicacionais, seja por via oral, respondendo a questões que lhe sejam colocadas durante as sessão presenciais, seja por via escrita, através dos relatórios solicitados.

A classificação individual do aluno é obtida considerando a seguinte ponderação:

  • 70% da classificação obtida no trabalho de avaliação de índole prática (ante-projecto), que terá que ser maior ou igual a 10 valores;
  • 30% da classificação obtida no relatório referente ao trabalho de desenvolvimento de um tema escolhido, e que terá que ser igualmente maior ou igual a 10 valores.

As actividades de avaliação contínua são de realização obrigatória e passíveis de ser discutidas individualmente.