Acessibilidade

Análise e Controlo de Riscos Ambientais para a Saúde

Análise e Controlo de Riscos Ambientais para a Saúde

O Ambiente e manutenção das condições de Saúde são, hoje, áreas estratégicas para o crescimento sustentado das economias e para o fomento da sua competitividade. A formação ministrada neste Curso de Mestrado,  dado em parceria com a Escola Superior de Tecnologias da Saúde de Lisboa – ESTeSL, tem por objetivo contribuir para o desenvolvimento tecnológico sustentado da sociedade, incentivando a qualificação e a valorização dos profissionais a desempenhar funções nestas áreas de modo a promover a competitividade das organizações. Este Ciclo de Estudos de Mestrado insere-se em áreas onde a oferta formativa no País é escassa e proporcionará aos alunos uma sólida formação em tecnologias e metodologias emergentes nesses domínios do conhecimento.

Prevê-se que os Mestrandos adquiram competências na identificação dos fatores de risco para a Saúde Humana e na sua avaliação. Possuir o domínio de recursos e técnicas de análise química e biológica em diferentes matrizes e metodologias de análise e interpretação dos resultados obtidos, incluindo a sua validação.

Os futuros Mestres estarão habilitados a:

  • Caracterizar as principais fontes de contaminação química ou microbiana do Ambiente, incluindo água, ar, solo e alimentos;
  • Gerir a legislação dirigida à gestão da contaminação dos compartimentos ambientais;
  • Compreender os principais processos em ambientes humanos que afetam o transporte, dispersão, transformação e acumulação de agentes perigosos;
  • Caracterizar os mecanismos e processos pelos quais os fatores de risco químico e biológico alcançam populações-alvo e prever as vias de exposição mais importantes num determinado cenário;
  • Descrever e aplicar os meios pelos quais a exposição de populações-alvo para os perigos tóxicos ou infeciosos podem ser medidos e/ou modelados;
  • Descrever e aplicar os meios de prevenção ou controle de efeitos adversos da contaminação do Ambiente;
  • Comunicar de forma eficaz os potenciais impactos para a saúde pública, estratégias de mitigação e incertezas relacionadas com a contaminação microbiana ou química do Ambiente e alimentos.

O ISEL e a ESTeSL tomaram como referencia instituições europeias que desenvolvem programas formativos similares:

Ultrecht University (Holanda)

Karolinska University (Suécia)

University of London (Inglaterra)

University of Eastern Finland (Finlândia)