Acessibilidade

Segurança e Higiene do Trabalho (não disponível no ano letivo 2016/2017)

Segurança e Higiene do Trabalho (não disponível no ano letivo 2016/2017)

A Pós-graduação está homologada pela Autoridade para as Condições de Trabalho (ACT) para formação inicial de Técnicos Superiores de Segurança do Trabalho. É presencial com a duração de 540 horas, das quais 420 horas de componente letiva teóricoprática e 120 horas em contexto real de trabalho (estágio ou trabalho final). A componente letiva teórico-prática está organizada em 12 módulos que cobrem as componentes de formação Sociocultural e Científico-Tecnológica.

N.º máximo de participantes: 20

O Curso é presencial com a duração de 540 horas, das quais 420 horas de componente letiva teórico-prática e 120 horas em contexto real de trabalho (estágio ou trabalho final).
A componente letiva teórico-prática está organizada em 12 módulos que cobrem as componentes de formação Sociocultural e Científico-Tecnológica.

Horário

Pós-laboral, das 18:30 às 22:30, desenvolvendo-se em 3 sessões por semana às 3.ª, 4.ª e 5.ª f, ao longo de 9 meses letivos e até 2,5 meses de estágio ou trabalho final. O Curso interrompe nos períodos de Carnaval, Páscoa, mês de agosto e Natal.

Enquadramento

Em substituição do Decreto-Lei n.º 110/2000, de 30 de Junho, a Lei n.º 42/2012, de 28 de agosto, que o revogou, aprovou o novo regime de acesso e de exercício da profissão de técnico superior de segurança no trabalho, que desenvolve as atividades técnicas de segurança no trabalho previstas no Regime Jurídico da Promoção da Segurança e Saúde do Trabalho (Lei n.º 102/2009, de 10 de Setembro, com as alterações introduzidas pela Lei n.º 3/2014, de 28 de janeiro), identificando, avaliando e controlando os riscos profissionais nos vários setores de atividade.

Objetivo

Dirigida a bacharéis e licenciados (1.º ciclo), a PÓS-GRADUAÇÃO em SEGURANÇA E HIGIENE DO TRABALHO, desenvolvida pelo ISEL pretende formar TÉCNICOS SUPERIORES DE SEGURANÇA DO TRABALHO (TSST), profissão cujo exercício é regulado através da emissão pela Autoridade para as Condições de Trabalho (ACT), de um TÍTULO PROFISSIONAL de nível 6 (antigo CAP).
Em alternativa ao exercício da profissão de TSST em Portugal permite ainda, nos termos referidos nos artigos 6.º e 47.º da Lei n.º 9/2009, de 4 de março, que transpôs diretivas no domínio da livre circulação de pessoas, o reconhecimento das qualificações profissionais adquiridas num Estado membro da União Europeia ou do Espaço Económico Europeu, o exercício por nacionais desse Estado que pretendam exercer uma profissão regulamentada não abrangida por outro regime específico.

Prosseguimento de Estudos

A par da emissão do Certificado de Formação Profissional exigível para a emissão do TÍTULO PROFISSIONAL de TSST, o ISEL credita os ECTS (European Credit Transfer and Accumulation System) correspondentes, no âmbito do Sistema Europeu de Acumulação e Transferência de Créditos, para o eventual prosseguimento de estudos de Mestrado ou outros, em Portugal ou noutros países da União Europeia ou do Espaço Económico Europeu.
Fruto dos conhecimentos e competências adquiridos nesta Pós-graduação e tendo em mente o tecido empresarial típico implantado em Portugal, o TSST poderá prosseguir estudos em diversas áreas, preferencialmente adjacentes à formação ministrada (qualidade, ambiente, risco industrial, etc.), de forma a potenciar a sua evolução profissional.