Acessibilidade

Sistemas de Informação em Manutenção - MEMan

Curso Mestrado em Engenharia de Manutenção
Unidade Curricular

Sistemas de Informação em Manutenção

Obrigatória  x
Opcional  
Área Científica Controlo de Sistemas
Ano: 1º Semestre: 1º ECTS: 6 Total de Horas: 162
Horas de Contacto T: TP: 45 PL: S: OT:
Docente

Mário José Cavaco Mendes

T - Teórica; TP - Teórico-prática; PL - Prática Laboratorial; S - Seminário; OT - Orientação Tutorial.

  • Objectivos da unidade curricular e competências a desenvolver

    Esta unidade curricular tem por objectivo principal proporcionar conhecimentos avançados em sistemas automáticos de gestão da manutenção e detecção e isolamento de avarias em tempo real, no que diz respeito às modernas tecnologias disponíveis e às metodologias que lhes estão associadas.
    Pretende-se em particular formar técnicos superiores com conhecimentos especializados no domínio das arquitecturas colaborativas abertas de sistemas de informação de apoio à manutenção, nomeadamente arquitecturas baseadas em sistemas inteligentes com capacidade de diagnóstico e tolerância a avarias e sua interligação com os sistemas de informação de apoio à gestão da manutenção e outros ERPs existentes nas organizações.

  • Conteúdos Programáticos

    Introdução: Caracterizar um Sistema de Informação. Identificar os Sistemas de Informação de apoio à Manutenção. Sistemas de informação colaborativos.

    Interligação e Integração em Ambiente CIM: Redes de comunicação industrial. Comunicações de tempo real. Arquitecturas baseadas no modelo de referência OSI. A hierarquia de comunicações em ambiente industrial: redes fábrica; redes célula; redes de campo.

    Redes de Campo: fieldbus; devicebus, etc.: Características, vantagens e desvantagens das redes de campo. Topologias; Protocolos; Redes utilizadas em controlo e automação industrial. Ethernet industrial.

    Sistemas de Diagnóstico Avarias: Sistemas de supervisão. Sistemas tolerantes a avarias. Sistemas de Diagnóstico e Manutenção Preventiva/Proactiva baseada em agentes inteligentes.

    Tecnologias Emergentes em Informática Industrial: Arquitecturas baseadas em Java, OPC. Integração da Internet na Informática Industrial. Aplicações multimédia em ambientes industriais.

  • Demonstração da coerência dos conteúdos programáticos com os objectivos da unidade curricular

    O conteúdo programático desta unidade curricular proporciona ao aluno aprendizagem de conhecimentos avançados em sistemas automáticos de gestão da manutenção e detecção e isolamento de avarias em tempo real, começando, nos primeiros capítulos, por conceitos básicos e introdutórios que passam por definições, caracterizações, redes de campo, protocolos industriais e sua utilidade em gestão da manutenção. Os últimos capítulos passam competências ao nível das arquitecturas baseadas em sistemas inteligentes com capacidade de diagnóstico e tolerância a avarias e sua interligação com os sistemas de informação de apoio à gestão da manutenção. Desta forma o aluno consegue adquirir competências sobre conceitos subjacentes aos sistemas de informação em Manutenção.

  • Metodologias de ensino (avaliação incluída)

    A leccionação da disciplina é realizada combinando uma vertente conceptual com uma vertente aplicada, em aulas de carácter teórico-prático. Proceder-se-á à exposição oral das matérias, com principal destaque nos conceitos e na formulação dos modelos em análise. Para além desta exposição oral apresentam-se exemplos de aplicação das matérias, estimulando-se a participação e discussão de pressupostos e situações. O aluno será incentivado ao estudo prévio e análise das matérias a abordar proximamente. Na sequência da leccionação dos conceitos teóricos procede-se ao estudo de casos de aplicação. Para desenvolvimento de outras competências e capacidades de análise, os alunos utilizam ferramentas informáticas de carácter geral e específico tendo ainda que apresentar e defender, em aula, os relatórios dos trabalhos desenvolvidos 1 Teste ou Exame (50%) + 1 Trabalho Prático pedagogicamente fundamental (50%). Em cada uma das provas a classificação mínima é de 10 valores (escala 0 a 20 valores).

  • Demonstração da coerência das metodologias de ensino com os objectivos da unidade curricular

    Tendo em conta os objectivos desta unidade curricular, a metodologia de ensino aqui utilizada permite que o aluno tenha contacto, em sala de aula e laboratório, com meios pedagógicos que lhes permitem obter as competências teóricas e práticas sobre os conceitos e conhecimentos avançados em sistemas automáticos de gestão da manutenção e detecção e isolamento de avarias em tempo real.

  • Bibliografia Principal

    Ken Laudon Jane Laudon, Management Information Systems: Managing the Digital Firm, 11/E, Global Edition, Pearson Higher Education, 2010. ISBN: 978-0-13-609368-8.

    Gary A. Langenwalter, Enterprise Resources Planning and Beyond, Integrating Your Entire Organization, CRC Press 2000, 2000. ISBN: e-Book ISBN: 978-1-4200-4906-0.

    Silva, Gustavo V. M., As Redes de Campo em Instrumentação e Controlo Industrial, ed. electrónica, Março 2004 ISBN: 972-98624-7-8.

    Rembold, U. E. Nnaji, S., Computer Integrated Manufacturing and Engineering, Addison-Whesley, Publishing Company.

    CIMOSA – Open System Architecture for CIM, ESPRIT Consortium AMICE, Springer-Verlag, Berlin, 1993.

    Isermann, R., Fault-Diagnosis Systems, An Introduction from Fault Detection to Fault Tolerance. Springer. Berlin, Germany, 2006.

    Wooldridge, M., Introduction to MultiAgent Systems, John Wiley &Sons, 2002.

    Tanenbaum, Andrew S., Distributed systems, ISBN: 0-13-088893-1.