Acessibilidade
Evento
Prémios | Concursos | Eventos Externos

Prémios | Concursos | Eventos Externos

, 17 / Out / 17 às 13:46
 
 

 

 

 

 

 

 

 

  • 8ª edição do Concurso Acredita - Inscrições abertas

    Tem uma ideia de negócio, mas não sabe como começar?
    Já estão abertas as inscrições para a 8ª edição do Concurso Acredita Portugal, o maior concurso de empreendedorismo do país.
    Há mais de 500.000 € em prémios e os finalistas terão contacto direto com investidores.
    O concurso disponibiliza ainda um programa de pré-aceleração, em que mentores e especialistas dão feedback personalizado a cada projeto, preparando-o para o mercado.

    SABER MAIS 

  • 01 de setembro a 31 de Dezembro 2018| Prémio Científico Sesimbra 2017

    MAIS INFORMAÇÃO AQUI

  • De 28 de setembro a 9 de abril de 2018 | IV Edição da Academia GRACE

    MAIS INFORMAÇÃO AQUI

  • Candidaturas até 20 de outubro de 2017| Apoio à organização de congressos, colóquios, conferências e seminários

    O Camões - Instituto da Cooperação e da Língua institui a abertura de candidaturas para apoio à organização de congressos, colóquios, conferências e seminários e à realização de estudos nos domínios da Cooperação para o Desenvolvimento, Educação para o Desenvolvimento e Ação Humanitária e de Emergência.

    São consideradas propostas que apresentem abordagens inovadoras sobre temas de manifesta importância para a consolidação, progresso e difusão do conhecimento nos domínios acima referidos. Podem candidatar-se organizações portuguesas de direito privado sem fins lucrativos devidamente constituídas, instituições públicas e redes e plataformas que atuem na área da cooperação. Dar-se-á prioridade a matérias transversais, com especial enfoque nos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), tendo presente a realização do objetivo fundamental de contribuir para erradicação da pobreza e para o desenvolvimento sustentável, num contexto de respeito pelos direitos humanos, pela democracia e pelo Estado de Direito, com destaque para a promoção de igualdade de género.

    O montante global definido para o seu cofinanciamento é de 100.000,00 euros e o montante do apoio financeiro a conceder é determinado pelo Camões, I.P., até ao limite máximo de 75% dos custos totais, não podendo, no entanto, ultrapassar a quantia de 20.000,00 euros por candidatura aprovada.

    O prazo para candidaturas cessa a 20 de outubro de 2017 e as mesmas deverão ser redigidas em língua portuguesa e entregues por uma de duas vias: em mão nas instalações do Camões - Instituto da Cooperação e da Língua ou enviadas por correio registado.

    O regulamento e as instruções detalhadas estão disponíveis aqui, na parte relativa a Candidaturas a linhas de financiamento.

  • Candidaturas até 20 de outubro de 2017| Encontro Nacional de Ciência Cidadã

    A investigação e os processos de inovação desenvolveram-se exponencialmente ao longo do século XX, acompanhando a necessidade e a tendência para a democratização do acesso ao conhecimento e dos seus benefícios para a sociedade.

    Expressões como "responsabilidade social", "investigação responsável (RRI)", "public engagement", "investigação colaborativa", "co-criação" ou "ciência cidadã" constituem hoje uma evolução na forma como a ciência é pensada, criada, comunicada e apropriada.

    Esta evolução, e a sua integração no paradigma da Ciência Aberta, tem criado contextos de inclusão de múltiplos atores sociais na participação ativa em processos científicos e na definição de agendas de investigação, alinhando os processos e os resultados da ciência com as expectativas, as necessidades e os desafios da sociedade.

    É neste contexto que se realiza o Encontro Nacional de Ciência Cidadã<http://www.ciencia-aberta.pt/ciencia-cidada> que tem como objetivos:

    Dar a conhecer os princípios e fundamentos da Ciência Cidadã.

    Promover o aumento da participação e envolvimento dos cidadãos nas atividades científicas, na partilha e construção colaborativa do conhecimento.

    Capacitar para a utilização, gestão, partilha e curadoria de dados de investigação.

    Identificar, mapear e agregar iniciativas, projetos, campanhas e desafios de ciência cidadã em Portugal.

    Alinhar com atividades transnacionais e internacionais de participação cidadã e/ou envolvimento dos cidadãos na resolução de desafios.

    Estimular a criação de uma comunidade de Ciência Cidadã

    Iniciar o debate para a criação de uma Estratégia Nacional para a Ciência Cidadã.

    Está aberta, até ao dia 20 de outubro, a submissão de propostas de apresentações para o painel:
    "O Meu Projeto de Ciência Cidadã em 3 Minutos".

    Saiba mais aqui

    A participação no Encontro Nacional de Ciência Cidadã é gratuita mas de inscrição obrigatória.

  • Candidaturas até 23 de outubro de 2017| Bolsas Gulbenkian Mais

    No intuito de preparar os estudantes para carreiras de sucesso, promovendo a igualdade de oportunidades, se encontram abertas as candidaturas para «Bolsas Gulbenkian Mais», uma iniciativa da Fundação Calouste Gulbenkian.

    Um programa de aceleração que apoia jovens com as melhores notas e menos recursos financeiros, promovendo competências como a inteligência emocional e a capacidade de liderança através de uma formação desenvolvida e testada na Google. O desafio destina-se, assim, a estudantes de todo o país que se candidatam pela primeira vez à universidade e que têm uma média de entrada superior a 18 valores.

    Composto por uma formação presencial intensiva de dois dias, com acompanhamento especializado online durante um ano, o programa segue o modelo de Inteligência Emocional de Daniel Goleman, procurando otimizar a mente para um alto desempenho, liderança e bem-estar sustentável. Esta formação certificada será para os bolseiros um complemento da formação académica, que irá distingui-los em termos curriculares. Pretende-se que, durante o período da bolsa e ao longo da sua carreira, os bolseiros construam ligações de entreajuda e um sentimento de pertença a uma vasta rede, através de sessões de networking com novos e antigos bolseiros Gulbenkian. No âmbito deste novo programa, os bolseiros mais antigos podem tornar-se mentores dos mais jovens, reforçando valores como a camaradagem, a não competição, a entreajuda e a partilha.

    Promovendo a igualdade de oportunidades, a Bolsa Gulbenkian Mais poderá ser renovada anualmente, até ser atingido o grau de mestrado, desde que o bolseiro obtenha um bom desempenho académico durante o período de estudos na universidade

    As candidaturas deverão ser submetidas online através do preenchimento de formulário próprio disponível aqui até ao dia 23 de outubro de 2017, onde se encontram também o regulamento e as instruções detalhadas.

  • 23 de outubro de 2017| Conferência - Inovação: Na Escola e pela Escola

    O Programa Gulbenkian Qualificação das Novas Gerações da Fundação Calouste Gulbenkian vai organizar uma Conferência Internacional subordinada ao tema «Inovação: Na Escola e pela Escola», que terá lugar no dia 23 de outubro de 2017 e que conta com a participação de especialistas de renome internacional e representantes de várias instituições nacionais. Os dois oradores principais são os Professores Linda Nathan e Vijay Kumar que proferirão conferências, respetivamente, sobre Criatividade, Inovação e Arte na Educação: um caminho a seguir e sobre Inovar o Novo Modelo de Oportunidade Educativa através da Aprendizagem Digital.

    A Conferência terá lugar na Sede da Fundação Calouste Gulbenkian, como consta do Programa em anexo.
    Confirmação da presença para e-mail: tfragata@gulbenkian.pt ou por telefone 21 782 33 87.

  • 25 de outubro de 2017| Dia Aberto da Fundação Calouste Gulbenkian

    Teremos visitas, conversas, passeios e leituras partilhadas, como também uma zona lounge com bar para conversas informais e partilha de ideias. Ao longo do dia, o Museu Calouste Gulbenkian terá entrada gratuita para todos os estudantes que mostrem o cartão universitário. O evento termina com a inauguração da exposição: Do Outro Lado do Espelho.

    Todas as novidades sobre o Dia Aberto podem ser acompanhadas no evento do Facebook.

    SABER MAIS

  • 27 de outubro de 2017| SMARTATHON’17

    O SMARTATHON'17 é um desafio de co-criação, aberto a universidades, para inclusão de soluções e conceitos em projectos Smart Cities.

    Este email tem por objectivo propor a colaboração da associação de estudantes na divulgação do SMARTATHON'17 junto de estudantes pré e pós-graduados (via e-mail, redes sociais, etc).

    A Universidade poderá ser parceira associada do projecto europeu DREAM, candidato ao H2020 - Smart Cities and Communities. O projeto DREAM é liderado pela Cidade de Guimarães.

    A revista *Smart Cities* noticiará a evolução do SMARTATHON’17.

    Os participantes do SMARTATHON'17 são convidados a estar presentes no
    Climathon *da cidade de *Guimarães.

    O Climathon corresponde a uma iniciativa global, lançada pela Climate-KIC (Comunidade de Inovação e Conhecimento Clima), dedicada ao tema das alterações climáticas.

    Esta iniciativa ocorre, simultaneamente, nas principais cidades do mundo e tem uma duração de 24 horas.

    Cada cidade participante apresentou a sua candidatura com um desafio definido, com o objetivo de trazer todos os cidadãos para o processo de inovação nas cidades, através da co-criação, da geração de ideias e soluções inteligentes, capazes de responder ao desafio de sustentabilidade apresentado.

    O Climathon 2017 ocorrerá a 27 de outubro de 2017.

    Contamos convosco para divulgação do SMARTATHON’17 junto dos estudantes.

    Os estudantes são uma peça-chave na procura de soluções para os problemas

  • Candidaturas até 27 de outubro de 2017| 2.ª Edição do Prémio de Voluntariado Universitário/ Santander Universidades

    Os Jovens Universitários estão cada vez mais conscientes da importância de uma cidadania ativa para o desenvolvimento da sociedade, promovendo por isso inúmeros projetos de grande impacto e valor para a nossa sociedade.

    Conscientes desta tendência e de forma a apoiar a projeção das Instituições de Ensino Superior na Sociedade Civil e recompensar o esforço dos jovens mais envolvidos, o Santander Universidades lança a 2.ª Edição do Prémio de Voluntariado Universitário.

    O Prémio, que tem como objetivo promover o voluntariado como exercício de cidadania ativa com benefícios para a sociedade e igualmente para o desenvolvimento das competências pessoais dos jovens durante o seu percurso académico no ensino superior, visa distinguir 10 projetos finalistas de elevado mérito e premiar 3 projetos com um valor pecuniário de 3.000, bem como, com o apoio de mentoria ao longo de um ano por parte de um diretor sénior do Banco Santander Totta.

    As candidaturas devem ser submetidas até 27 de outubro de 2017 e devem ser feitas online, através do site. Consulte o Regulamento aqui ou contacte-nos para mais informações.

    De forma a conseguirmos envolver o maior número de projetos nesta iniciativa para apoiar a divulgação desta iniciativa e indicar-nos também alguns projetos que gostariam de ver apreciados, partilhando um pequeno vídeo de apresentação.

  • Candidaturas até dia 31 de outubro de 2017| Prémio ICNF – Uma Ideia Natural

    No intuito de contribuir para a inserção de vários atores sociais na prática da conservação e gestão do património natural no território continental português, encontram-se abertas ao «Prémio ICNF – Uma Ideia Natural», uma iniciativa do Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas, I.P. (ICNF), em parceria com o Fundo Ambiental.

    O prémio em questão, com uma atribuição até um valor máximo de 50.000€, destina-se a premiar os três melhores projetos que incidam na conservação de valores e recursos naturais, na promoção ou manutenção da biodiversidade existente numa dada área, no restauro de habitats ou na valorização do território com base nos recursos naturais autóctones. Só são elegíveis, aqueles que se localizem em Áreas Protegidas e na Rede Natura 2000, do território continental português.

    Podem candidatar-se pessoas coletivas de direito público, ou pessoas singulares ou coletivas de direito privado, designadamente, empresários em nome individual, sociedades, cooperativas ou organizações não-governamentais, formalmente constituídas à data da candidatura. Os projetos apoiados devem ser implementados até 31 de julho de 2018.

    As candidaturas deverão ser submetidas, através de formulário eletrónico, até ao dia 31 de outubro de 2017.

    O regulamento e as instruções detalhadas estão disponíveis aqui 

  • 6 de novembro de 2017| 3º Fórum de Gestão de Dados de Investigação

    Realiza-se no próximo dia 6 de novembro, na Universidade do Minho, em Braga, o 3º Fórum de Gestão de Dados de Investigação (Fórum GDI).

    O programa do 3º Fórum GDI prevê uma sessão de “flash talks” para apresentação de iniciativas emergentes, boas práticas e projetos associados ao suporte à gestão de dados de investigação.

    Convidam-se os interessados a submeter propostas para apresentações (flash talks) até ao próximo dia 22 de setembro.

    Em que consistem as flash talks?

    As flash talks seguem um modelo de «apresentações “24×7”» que consiste numa apresentação de 7 minutos e recorrendo até um máximo de 24 slides. Este tipo de apresentações no Fórum GDI visa apresentar e partilhar de forma breve o essencial de projetos, iniciativas emergentes e boas práticas relevantes no suporte à Gestão de Dados de Investigação.

    Modelo para submissão de propostas disponível aqui

    Enviar por email para: info@rcaap.pt até dia 22 de setembro às 23h59.

    Mais informações aqui   

    O 3º Fórum GDI é organizado pela Secretaria de Estado da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, FCT-FCCN – Fundação para a Ciência e Tecnologia através da sua unidade FCCN e Universidade do Minho, promovido no âmbito da Política Nacional de Ciência Aberta e das atividades do RCAAP – Repositório Científico de Acesso Aberto de Portugal.

  • 9 e 10 de novembro de 2107| Conferência Internacional: Addressing and Supporting Family and Child Wellbeing- 15 years of Touchpoints in Portugal

    Nesta Conferência será colocada em evidência eixos de reflexão e ação fundamentais para o bem-estar das crianças e suas famílias, com base no Modelo Touchpoints, cuja implementação em Portugal comemora 15 anos em 2017. O Modelo Touchpoints constitui-se como uma teoria dinâmica do desenvolvimento, com implicações na mudança de práticas em saúde pediátrica, educação, intervenção precoce e serviços sociais. Trata-se de uma abordagem no trabalho com crianças e famílias, de desenvolvimento profissional, organizacional, e de fortalecimento da comunidade.

    O Bem-estar, como estado dinâmico relacionado com a realização social e pessoal, apela a uma compreensão multidimensional e sistémica, que incorpora diferentes perspetivas – objetivas e subjetivas. As perspetivas objetivas incluem aspetos como os rendimentos familiares, os recursos educacionais, o estado de saúde; as subjetivas incluem indicadores relacionados com a perceção de felicidade, qualidade de vida e satisfação com o modo de vida.

    A conferência organiza-se com base em três eixos fundamentais:

    Prevenção do Bem-estar de crianças e suas famílias;
    Promoção da qualidade de vida de crianças e suas famílias;
    Construção partilhada de uma cultura da criança.

    O programa e outras informações importantes estão disponíveis no site da Fundação Brazelton/Gomes-Pedro para as Ciências do Bebé e da Família

  • 16 de novembro de 2017| DHL Innovation Challenges 2017

    A DHL acaba de lançar a segunda edição do seu concurso Innovation Challenges, para o qual convida estudantes, startups e criativos, de todo o mundo, a apresentarem as suas ideias para dois desafios relacionados com a logística. Os participantes são desafiados a criar um protótipo de um robô móvel para recolha de unidades ou a desenvolver uma solução para um problema de logística usando um modelo de negócio, plataforma ou conceito baseado na economia de partilha, e têm até setembro para enviar um documento escrito e um vídeo explicativo da sua ideia, através deste site

    No desafio da robótica os candidatos são convidados a desenvolver um protótipo de um robô móvel para recolha de peças, que possa mover-se num armazém tradicional e autonomamente colocar objetos num carrinho. Outros aspetos a valorizar serão a sua capacidade de movimento em velocidade e a sua autonomia na condução dos carrinhos totalmente carregados para uma área de embalagem. Os protótipos serão testados, ao vivo, no Dia da Inovação DHL.

    No outro desafio do concurso, focado na tendência de logística futura da economia de partilha, a DHL incentiva os candidatos a apresentarem ideias originais ou soluções práticas que possam alavancar um modelo de negócio baseado numa economia de partilha e repensar os conceitos convencionais de propriedade e acesso a bens. A solução de produto ou serviço submetida deve ter como objetivo a criação de valor para todas as partes interessadas - tanto empresas como a sociedade.

    Todas as inscrições serão verificadas por executivos seniores da DHL, durante um processo de pré-seleção. Serão selecionados os três finalistas de cada desafio, cujos conceitos respondam aos critérios de funcionalidade, estética, potencial para solucionar o problema e viabilidade comercial. Estes terão a oportunidade de apresentar as suas soluções a 180 profissionais de transporte e logística e especialistas em tendências, no Dia da Inovação DHL, na Alemanha, a 16 de novembro.

    Os vencedores serão selecionados através de um processo de votação em direto, e os dois mais votados receberão um prémio monetário no valor de 20 mil euros e terão a oportunidade de exibirem as suas ideias nos centros de inovação da DHL na Alemanha e em Singapura. Além disso, a DHL irá convidar os vencedores para discutir a possibilidade de concretização das ideias numa prova de validação do conceito conjunta.



    Mais informações sobre o desafio aqui

  • 17 e 18 de novembro de 2107 | Portugal Economia Social - Encontro do Empreendedorismo e Inovação na Economia Social

    Um evento multidisciplinar que se dedicará a:

    Estimular o empreendedorismo e a inovação social dos cidadãos, empresas e organizações, visando o desenvolvimento sustentável e a coesão económica, por via da empregabilidade e criação de riqueza;

    ·Provocar o debate entre os diferentes players da economia social e solidária. A importância das diferentes instituições na economia, empresas socias, empreendedorismo e inovação, financiamento;

    Promover o encontro entre a oferta de produtos e serviços e a procura tendo em conta as diferentes necessidades do sector;

    Fortalecer e qualificar o sector da Economia Social, das suas organizações e financiadores, em prol do desenvolvimento socioeconómico do país;

    Dinamizar projetos económicos e sociais;

    Fomentar o desenvolvimento cooperativo;

    Impulsionar o desenvolvimento local e regional através de respostas a situações, públicos e regiões mais vulneráveis, com vista à criação de emprego e ao empreendedorismo;

    Favorecer a interação entre as diferentes partes interessadas no sector, a partilha de boas práticas e estabelecimento de redes e parcerias;

    Congregar os principais eventos da economia social desenvolvidos pelos diferentes players - Ser "o Palco Nacional" da Economia social.

    Mais informações poderão ser consultadas aqui

  • Candidaturas até 30 de novembro de 2017| Santa Casa Challenge

    No intuito de estimular o empreendedorismo social de base tecnológica e valorizar o potencial da inovação social, para dar resposta aos atuais desafios societais, bem como criar oportunidades para aproximar os empreendedores e as startups sociais dos grandes fóruns especializados como é o Web Summit, encontram-se abertas as candidaturas à 2.ª edição do Concurso de Inovação Social Digital «Santa Casa Challenge».

    Esta iniciativa, proveniente da Santa Casa da Misericórdia de Lisboa (SCML) no âmbito da sua participação no evento Web Summit 2017 que se irá realizar em Lisboa entre os dias 6 e 9 de novembro de 2017, visa associar as novas tecnologias ao desenvolvimento social e bem-estar da população, ou seja, procurar soluções tecnológicas inovadoras para desafios, problemas e necessidades nas seguintes áreas de intervenção da SCML: Ação Social, Cultura e Património, Economia Social e Saúde. Estas soluções deverão originar dispositivos tecnológicos, hardware, plataformas, redes, conteúdos digitais, sistemas e ferramentas de gestão da informação, jogos educativos ou lúdicos, gamificação e outras tecnologias de informação e comunicação com aplicabilidade nas referidas áreas de intervenção e podem resultar de novas ideias ou da aplicação de ideias já existentes. Os produtos ou serviços podem já estar desenvolvidos ou ainda em desenvolvimento, mas não podem ter sido comercializados ou estarem disponíveis no mercado.

    Podem candidatar-se empreendedores individualmente ou em equipa, entidades sem fins lucrativos e empresas constituídas há menos de 3 anos (startups). Cada equipa pode incluir, no máximo, 4 elementos. À solução tecnológica inovadora com maior pontuação em cada uma das 5 áreas de intervenção da SCML será atribuído um prémio pecuniário no valor de 5.000€ (cinco mil euros); um Alpha Package do Web Summit 2018 e a possibilidade de desenvolver um projeto-piloto nos equipamentos ou serviços da SCML ou noutros por ela indicados.

    O prazo para candidaturas, que serão avaliadas em duas fases (pré-seleção e a seleção final), termina às 16h do dia 30 de novembro de 2017. Estas deverão ser submetidas online através do site www.santacasachallenge.com, onde se encontram também disponíveis o regulamento e as instruções detalhadas.