Acessibilidade

Política da qualidade

O ISEL assume um compromisso institucional com a qualidade através do desenvolvimento de uma estrutura organizacional adequada à Instituição, bem como através do estabelecimento de um sistema de garantia da qualidade, participado e alicerçado num conjunto de práticas e procedimentos que sustentam a concretização da estratégia e asseguram o cumprimento dos objetivos institucionais estabelecidos, numa perspetiva de melhoria contínua.

O ISEL estabelece como princípios orientadores:

  • Focalização nas Partes Interessadas - o ISEL desenvolve esforços no sentido de identificar as necessidades dos estudantes, docentes, não docentes, diplomados, empregadores e representantes da comunidade para as compreender e satisfazer e orientando-se para exceder as suas expectativas.  
  • Liderança - a Direção do ISEL assegura a definição das políticas e objetivos institucionais bem como a promoção de um ambiente interno propício ao envolvimento das pessoas na consecução desses mesmos objetivos.
  • Envolvimento das Pessoas - as pessoas, em todos os níveis, são a essência do ISEL, sendo que quando se envolvem totalmente, disponibilizam suas competências em benefício da própria Instituição.
  • Abordagem por Processos – os objetivos do ISEL são alcançados mais eficientemente quando se identificam e interrelacionam atividades, que utilizam recursos para transformar entradas em saídas com valor acrescentado.
  • Abordagem de Gestão como um Sistema - o ISEL, identifica, compreende e gere os processos inter-relacionados como um sistema contribuindo para a eficácia e eficiência do ISEL na realização dos seus objetivos.
  • Melhoria Contínua - a melhoria contínua do desempenho global do ISEL é um objetivo permanente da Instituição.
  • Tomada de Decisões Baseadas em Evidências - as decisões eficazes são baseadas na análise de dados e de informações.
  • Relações Mutuamente Benéficas - o ISEL reconhece que a interdependência entre o Instituto e a Comunidade cria uma relação de benefício mútuo que potencia a aptidão de ambas as partes para criar valor para a Sociedade.

Aprovada pelo Presidente em 21 maio de 2015, após parecer favorável do Conselho Coordenador da Qualidade de 27 abril 2015