Acessibilidade

Engenharia de Eletrónica e Telecomunicações

Engenharia de Eletrónica e Telecomunicações

O ciclo de estudos conducente ao grau de Mestre em Engenharia de Eletrónica e Telecomunicações (MEET) emerge da adoção de um novo modelo de formação (resultante do processo de Bolonha) tendo como principal objetivo o ensino e aprendizagem aprofundados de um conjunto de perfis profissionais reconhecidos pelo mercado empregador. Deste modelo resulta a formação de recursos humanos altamente qualificados nas áreas da eletrónica, telecomunicações e computadores, capazes de responder a desafios complexos de engenharia e de reengenharia.

Trata-se de uma experiência continuada de relacionamento produtivo, acompanhada da transferência de tecnologia, da investigação, da formação e da consultoria, designadamente nas áreas de:

  • telecomunicações fixas e móveis;
  • redes de computadores;
  • electrónica para telecomunicações e sistemas computacionais;
  • micro/optoelectrónica;
  • sistemas embebidos e sistemas computacionais dedicados;
  • sistemas electrónicos integrados e de controlo e robótica.

Objetivos e Áreas temáticas

A formação conferida visa o exercício da atividade profissional de Engenharia Eletrónica e Telecomunicações, de acordo com os critérios estabelecidos pelas associações profissionais da classe, assegurando aos estudantes a aprendizagem de uma especialização.

O ciclo de estudos conducente ao grau de mestre em Engenharia da Eletrónica e Telecomunicações tem como objetivos:

  • Conferir uma compreensão aprofundada dos conceitos principais da electrónica e das telecomunicações, incluindo uma forte componente aplicacional através de trabalho de laboratório e prático continuamente apoiados;
  • Enriquecer a capacidade do aluno para se adaptar continuamente às mudanças do estado da arte na electrónica e nas telecomunicações;
  • Conferir uma formação sólida em matemática e em estatística, indispensável para aplicações em ciência, em engenharia e em gestão;
  • Proporcionar uma larga experiência nos aspectos profissionais da electrónica, das telecomunicações;
  • Ser capaz de estabelecer uma apreciação crítica das tecnologias actuais e emergentes no contexto industrial e comercial;
  • Desenvolver competências de aprendizagem autónoma e de inovação que permitam assegurar os diversos papéis de engenharia que venham a ser solicitados pelo mercado de trabalho;
  • Desenvolver competências de análise, de síntese e de projecto de sistemas que englobem conceitos actuais de electrónica, de telecomunicações e de computadores;
  • Garantir um nível de conhecimentos suficiente a quem pretende ingressar num Programa de Doutoramento.