Acessibilidade

Engenharia Eletrotécnica

Engenharia Eletrotécnica

A Licenciatura em Engenharia Eletrotécnica resultou da adequação a Bolonha da antiga Licenciatura em Engenharia Eletrotécnica - Automação e Eletrónica Industrial, conferida ao ISEL pela Portaria nº 645/88, de 21 de setembro, na sequência das discussões técnicas junto da Direção Geral do Ensino Superior e cuja implementação ocorreu no ano letivo de 1989/90. Este curso, formando um todo coerente de 3 anos (Bacharelato) mais 2 anos (DESE – Diploma de Estudos Superiores Especializados) veio a ser acreditado pela Ordem dos Engenheiros em outubro de 1996, para o acesso dos seus diplomados ao Colégio de Engenharia Eletrotécnica. Mais recentemente, na sequência da sua adequação a Bolonha no ano letivo de 2006/2007, a Licenciatura (3 anos) e o Mestrado (2 anos) em Engenharia Eletrotécnica, foram acreditados pela Agência de Avaliação e Acreditação do Ensino Superior (A3ES) no processo de Avaliação/Acreditação dos Ciclos de Estudos em Funcionamento, em resultado da avaliação efetuada durante o ano de 2013 pela CAE nomeada para o efeito.

Objetivos

  • Fazer com que a formação adquirida pelo aluno no primeiro ciclo de estudos (licenciatura) lhe garanta uma sólida formação de base (condição indispensável à mobilidade no espaço europeu e à aprendizagem ao longo da vida) e a aplicação de conhecimentos que lhe permitam o exercício de uma atividade de carácter profissional, no final deste ciclo.
  • Garantir que o aluno que pretenda prosseguir a sua formação (ingressando no mestrado) venha a obter uma formação reconhecida pelas organizações profissionais, nacionais e internacionais, para realizar todos os atos de engenharia da sua área.
  • Garantir que a formação adquirida pelo estudante lhe faculte uma sólida formação de base que lhe permita quer o exercício de uma atividade de carácter profissional em Portugal ou no estrangeiro (incluindo o espaço europeu) quer a aprendizagem ao longo da vida (incluindo o prosseguimento de estudos de mestrado ou pós-graduações).

Competências

  • Projeto, execução e exploração de instalações elétricas, nomeadamente instalações de potência, instalações de comunicações e instalações de automação. Inclui a aplicação de normalização e de regulamentação de segurança
  • Conceção, dimensionamento, programação e colocação em serviço de sistemas de automação e controlo industrial
  • Dimensionamento e seleção de máquinas elétricas em aplicações industriais
  • Análise do comportamento das redes de distribuição de energia elétrica, incluindo competências para o despacho técnico e económico
  • Aplicação e desenvolvimento de sistemas e métodos de instrumentação
  • Planeamento, coordenação e execução de programas de trabalho e sistemas de qualidade em atividade industrial
  • Projeto, execução e exploração de instalações elétricas, nomeadamente instalações de potência, instalações de comunicações e instalações de automação. Inclui a aplicação da normalização e da regulamentação de segurança.
  • Conceção, dimensionamento, programação e colocação em serviço de sistemas de automação e controlo industrial. Dimensionamento e seleção de máquinas elétricas em aplicações industriais e dos respetivos sistemas de controlo.
  • Análise do comportamento das redes de distribuição de energia elétrica, incluindo competências para o despacho técnico e económico.
  • Aplicação e desenvolvimento de sistemas e métodos de instrumentação. Planeamento, coordenação e execução de programas de trabalho e sistemas de qualidade em atividades industriais.