Acessibilidade

Matemática Aplicada à Tecnologia e à Empresa

Matemática Aplicada à Tecnologia e à Empresa

Seminários na LMATE

Muitos dos desenvolvimentos da nossa sociedade são indubitavelmente protagonizados pela ciência e pela tecnologia, tornando obrigatória a aplicação de diversos conceitos e métodos matemáticos. É vastíssimo o universo de aplicações onde a Matemática é utilizada, nomeadamente nas ciências naturais e engenharias, na medicina, na economia e finanças ou nas ciências sociais. São igualmente numerosos os ramos da matemática a que as áreas citadas recorrem, podendo-se destacar: modelação, simulação, otimização, programação linear, equações diferenciais, probabilidades e estatística, métodos de previsão, matemática financeira, criptografia, teoria de grafos, ciência da computação, entre outros.

 O mercado de trabalho necessita de profissionais que, para além de uma sólida formação nestas áreas, tenham capacidades efetivas na sua aplicação a problemas concretos. Perante esta realidade, a Área Departamental de Matemática (ADM) propõe a Licenciatura em Matemática Aplicada à Tecnologia e à Empresa (LMATE). Sem abdicar de uma rigorosa formação matemática, este curso permite aos seus alunos adquirir competências para resolver questões suscitadas pela sociedade, por empresas de várias áreas ou por outras ciências e tecnologias, numa estreita ligação a instituições geradoras de riqueza e desenvolvimento.

A LMATE combina a formação académica com a ligação efetiva a instituições e organizações empresariais, com indiscutível protagonismo económico e social. Os contactos estabelecidos pela ADM com estas entidades, não só contribuíram para a construção desta licenciatura, como culminaram na criação de protocolos entre estas e o ISEL, ao abrigo dos quais os alunos da LMATE poderão incluir no seu ciclo de estudos um estágio que irá consolidar a sua formação e abrir melhores perspectivas de empregabilidade.

A LMATE destina-se a candidatos com perfis e interesses variados, proporcionando aos seus alunos um conjunto de competências científicas, nomeadamente:

  • compreensão da modelação matemática, traduzida tanto na capacidade de criar modelos matemáticos como resposta na problemas aplicados;
  • capacidade para projetar, adaptar e realizar trabalhos em otimização, simulação, análise de dados e suporte à decisão;
  • capacidade de interpretar e analisar os resultados obtidos;
  • capacidade de recorrer a meios informáticos, tanto na aplicação de software matemático como em programação;
  • domínio de conhecimentos fundamentais no âmbito da engenharia e de gestão de projetos tecnológicos.

A par destas competências, a LMATE proporciona também o desenvolvimento da criatividade, versatilidade, adaptação a novas situações, capacidade de comunicação e de  contribuição efetiva no desenvolvimento de trabalho com independência e responsabilidade em equipas multidisciplinares.

 

Seminários das entidades parceiras da LMATE

 

  • Celfinet, dia 7 de dezembro às 14 no anfiteatro A.
  • Sandometaldia 7 de dezembro às 16 no anfiteatro A.
  • EDP, em janeiro (dia ainda por definir).
  • Infraestruturas de Portugal, dia ainda por definir.
  • Hovione, dia ainda por definir.

Já realizados:

  • Águas de Portugal, dia 19 de outubro às 14h no anfiteatro C.
  • Wurthdia 19 de outubro às 16h no anfiteatro C.
  • Galpdia 9 de novembro às 14h no anfiteatro C.
  • Exidedia 9 de novembro às 16h no anfiteatro C.
  • Paulo Duartedia 16 de novembro às 14h no anfiteatro C.
  • LNECdia 19 de novembro às 16h no anfiteatro C.
  • Brisadia 30 de novembro às 14h no anfiteatro C.
  • REN, dia 30 de novembro às 14h no anfiteatro C.